segunda-feira, Julho 21, 2014

... Tapar o buraco!


... Em abono da verdade não é que vocês tenham muito ver com o assunto, mas a mim causa-me alguma arrelia e vai acusar alegria. Explico! Este buraco vai ser preenchido, que eu estou farto de fazer coisas para as quais não tenho muito tempo - nem gosto muito de fazer! Falta pouco tempo para vos contar o que se vai passar aqui e no que é que isto transforma o meu dia adia. Dia a dia normal de 'dono de casa'... Esperam um pouco e depois eu conto? Mas uma coisa é certa: vou ter mais tempo para divagar e escrever disparates como este (que são por uma boa razão)

domingo, Julho 20, 2014

... Até enjoar!



... Eu sou de ideias fixas no que toca à comida. Não sou um grande expert no assunto, nem tão pouco um daqueles que arrisca para descobrir novos sabores. Eu não gosto do sabor do tempero, do cheiro do refogado... por isso, logo à partida sou de 'difícil' agrado, mas quando descubro uma coisa de que gosto muito e posso como até à exaustão. É o que acontece agora com estas bolachas de fina massa que descobri em Espanha há três anos, comi dezenas delas e este ano voltei a encontrá-las durante as férias, comi outras tantas e deixaram saudades... Ontem fui de propósito a Espanha. Voltei a sentir o sabor, e a mim o sabor faz-me viajar no tempo. Agora que as descobri tenho-as sempre por perto... pelo menos até as enjoar, como aconteceu já com tanta coisa. Era isto!

sábado, Julho 19, 2014

... Filha de leoa, leoa é!



... Eu nada tenho contra a Maria Vieira, muito pelo contrário. Tenho-lhe um carinho grande, uma admiração que cresceu comigo e já muitas vezes lhe elogiei publicamente o trabalho. Mas não gostei do que escreveu sobre o livro de Dolores Aveiro. Não gostei porque me pareceu feio e gratuito. Disse-lhe isso. Ela ficou magoada, pareceu-me... Mas o que importa aqui é a reacção de Kátia Aveiro, que respondeu a Maria com todas as letras que tinha para responder (nota-se que exagerou pela raiva que sentiu). Esta familia pode ter milhares de defeitos, eu acho que eles têm muito poucos para aqueles que podiam ter (mas um dia conto). Gostei da resposta da Kátia, porque se atacou a mãe e a filha sabe de salteado o que passou a mãe para chegar aqui. O feito de Dolores qual é? Ter dado à luz Cristiano Ronaldo? Também, mas não só. Dizer que o feito de Dolores é esse, é reduzir em muito o papel de uma mãe. O dela e o de todas as outras mães. As pessoas não se medem pela altura nem pelo peso da balança e muito menos pela conta bancária. Medem-se pela medida do coração, e eu que acho que a Maria apesar de pequenina tem um coração grande e generoso - achei estranha a sua manifestação pouco generosa. Portugal já lhe mostrou algumas vezes o carinho que lhe tem e quando foi preciso esteve ao seu lado. Mas agora é o momento de Dolores Aveiro. É o momento dela, que sabe muito bem que só escreveu o livro porque é mãe do melhor do mundo, mas com a mesma certeza que o diz também nos garante que 'tenho o meu valor'. E a verdade é essa... se não fossem os dois braços dela queimados do sol nas tardes quentes de Verão, as mãos rasgadas pela vinha, a capacidade de acreditar num Deus que a ajudou a levar em frente o barco, talvez não tivessem chegado aqui. Talvez isto talvez aquilo. Talvez a história dela seja igual a de milhões de outras. Mas falamos da história dela, que por contar a sua não está a diminuir a dos outros nem a reclamar par si o papel de mártir. Ela parece-me muito feliz com o que conseguiu. E orgulhosa dos filhos. Dos Filhos. Note-se! 

sexta-feira, Julho 18, 2014

... Café com estilo!


... Não pode uma pessoa dizer que sente saudades de café que logo alguém 'inventa' uma maneira de além de bebermos bom café, o façamos com estilo. Já viram a pinta destas máquinas de café da Nescafé Dolce Gusto? Não são o máximo!? Eu acho... Mas como é especial, super especial, a Nescafé lança os fãs e apreciadores a participarem num desafio AQUI e quem sabe ganharem uma máquina destas se tiverem uma doce criatividade. Depois não digam que não sou vosso amigo!

quinta-feira, Julho 17, 2014

... Eu gosto!


... Vim aqui só para vos contar uma das minhas descobertas (nada do outro mundo) que me tem dado muito jeito nestes dias quentes e quis dividir com vocês. Descobri na H&M umas t-shirts de senhora, que são tipo túnicas 'balandraus'. Foram super baratas, são frescas, confortáveis e muito práticas... eu nem as passo a ferro. Comprei em todas as cores. Para quem gosta de tamanhos grandes, é uma boa compra!



quarta-feira, Julho 16, 2014

... Aqui está o livro. E agora?



... Muito se tem escrito sobre o livro que conta a história de vida de Dolores Aveiro. Foi uma brilhante ideia de Paulo Sousa Costa, que tenho pena não ter tido eu. Já li o livro. Está bem escrito, bem contada a sua história. Quando se lê, nota-se o sofrimento de Dolores ao longo da vida mas também a certeza de que a sua história pode ser a de uma mão qualquer. Uma mulher comum daquela geração, como tantas que passaram pelo mesmo mas que não tiveram a sorte de ser a mãe do melhor futebolista do mundo. E aqui começa a história, este livro só importa porque Dolores é mãe de Cristiano? Claro que sim! Dolores revela detalhes interessantes, da sua vida, mas o que realmente importa no livro e chamou a atenção são os detalhes sobre Cristiano. A vontade de Dolores abortar naquela altura, a relação dela com o filho, o neto... são pontos fortes de um livro que se lê de uma vez. Mas aqui também se levanta a questão: Que necessidade teria Dolores de o fazer? O que ganha com isso? Outra pessoa ganharia dinheiro, Dolores não deve estar preocupada com isso. Ganha notoriedade! Com este livro fica-lhe carimbado na sua história uma aura de 'mãe coragem'. Aquilo que de facto a imprensa vende há anos. É como se este livro fosse um certificado. Mas assume-se com ele todas as consequências. Depois desta biografia autorizada, é natural que a imprensa arrisque dar um e outro passo que não agrade ao clã Aveiro. Por um lado a porta foi aberta por Dolores, que nos convidou a entrar, por ouro a família está já tão 'calejada' do que dizem deles que lhes é indiferente. Eu fico com esta ultima versão!

terça-feira, Julho 15, 2014

... O difícil recomeço!


.... Para mim todos os recomeços são complicados. Seja qual for a razão. Não tenho culpa e já muitas vezes lutei contra isso, mas não vale a pena. Hoje voltei aos treino do ginásio. Lá estavam o Holmes Place e o Paulo Teixeira à minha espera para me tornar num quarentão cinco estrelas - saudável acima de tudo - mas a minha vontade não é a melhor, porque vim de férias e acho que deveria ter ficado mais tempo, e porque quando estamos duas semanas sem fazer puto... o corpo acomoda-se e torna a coisa complicada. Tudo isto para vos dizer que voltei em força ao ginásio, com força e vontade - porque já que tenho que ir que seja com vontade, porque aos 40 percebe-se que o ginásio vai muito além do resultado físico. É fundamental para o meu bem-estar e saúde... E é isto!


... O segredo!



... Quando me perguntam como é que eu consigo fazer três semanas de férias só com uma mochila, o segredo está revelado nas fotos. Pouca roupa, muito repetida e coordenada de forma alternada.