sexta-feira, Outubro 31, 2014

... O doce pecado da gula!



... Adoro doces e aproveito a altura em que não estou na dieta do açúcar para usar e abusar deles mas adoro mais ainda Éclair o bolo maravilhoso que no meu tempo se chamava 'rim', por isso hoje lambi os dedos de contente quando de manhã fui surpreendido com uns muito, muito bons da Leitaria da Quinta do Paço no Porto. Se puderem e gostarem experimentem, cá me palpita que não se vão arrepender. 

quinta-feira, Outubro 30, 2014

... Para que conste!

... Acho que neste caso se confunde interesse publico com 'interesse DO publico', (onde muitas vezes o CM tem feito um bom trabalho) sendo que acredito também que o público apesar de gostar de ver estas coisas, não as adora nem precisa delas. Isto não torna o Zé Carlos Pereira melhor ou pior pessoa. É o negócio pelo negócio. É uma opinião muito minha. No entanto e quanto à parte legal é óbvio que não é legal publicar-se uma fotografia destas tirada em casa (espaço intimo/privado) e sem a autorização do protagonista. A coisa mudava de figura se fosse uma fotografia com o mesmo protagonista, no mesmo estado mas tirada numa discoteca ou numa praia.... Se concordo? Não! Se entendo? Não! Se acho que este é o caminho? Não! Mas (e não morrendo de amores pelo CM nem ele por mim) tento perceber que o seu papel no mercado é muito especifico e aí ele cumpre totalmente a sua função. Não tem pretensão a outra coisa apenas aquilo: vender e vender. É difícil, e mesmo não concordando, tento separar as águas. Como não fico em cima do muro, estou claramente contra a publicação disto!

... Ganga laranja!



quarta-feira, Outubro 29, 2014

... Se isto fosse na 'Casa dos segredos'?

... Este mundo é complicado e as mentes brilhantes conseguem surpreender tudo e todos. O Robbie Williams, que é realmente um grande artista, também tem os seus dias infelizes, como estes, onde se lembrou de filmar momentos dele e da mulher a cantar, a dançar e prestes a dar à luz na intimidade do doce lar e postar tudo na internet. Eu já acho a ideia triste e feia para ter em casa, mas para a meter a circular na internet não lhe encontro explicação.  Só queria ver e ouvir o que se dizia e escrevia se isto fosse feito por uns concorrentes da 'Casa dos segredos'... Vinha o Carmo por aí abaixo com a Trindade às costas. Ou não?


.... Azul e branco!


... Oh! Tãaaaaao lindo!


... Olha que maneira mais bonita de acordar! Acordei e na caixa do correio tinha um envelope preto cheio de memórias lá dentro. Quem me enviou foi uma empresa maravilhosa que não conhecia, mas fiquei encantado de conhecer. Chama-se Pint MyWorld e tiveram esta ideia super original que me fez emocionar logo cedo... Espreitem o site deles e agora que estamos a caminho do Natal, aposto que descobrem lá grandes ideias e brilhantes soluções para presentear quem mais gosta. Aposto!


terça-feira, Outubro 28, 2014

... Onde começa e acaba a traição!


... E até onde é traição? Vejam aqui o que nós achamos!

... Começar o dia a treinar braço!


... O objectivo está definido. Treinar no tempo frio para estar ok no tempo quente. E assim tem sido. altera-se os horários e faz-se um esforço. O dia começou no Holmes Place com o Personal Trainer a treinar braços em esquema de pirâmide. Uma coisa difícil de explicar mas que me deixa exausto. Acho que deve ser esse o objectivo... e estou a ficar contente com o resultado. Bom dia!


segunda-feira, Outubro 27, 2014

... Olha quem chegou à H&M!


... Já foi apresentada a mais nova colaboração da H&M com um designer de renome. Desta vez o escolhido foi Alexander Wang, o director criativo da casa Balenciaga, que chega depois de Karl Lagerfeld, Stella McCartney, Lanvin, Versace, Maison Martin Margiela e Isabel Marant e assina uma colecção cápsula para a marca. As peças, apresentadas no showroom esta semana, revelam-se desportivas, arriscadas, modernas, confortáveis e altamente tendência em cores muito neutras. Na loja pode descobri-las a partir de 6 de Novembro!


... Descubra as diferenças!

... Ontem!
... Hoje!

... Bom dia!


... Acordei com a estranha sensação de dever cumprido. Acordei como adormeci, mas com o coração a bater mais devagar. Adormeci com ele acelerado e com a noção de que podia agarrar em mim e ir desatar a resolver os nós que a minha vida tem. Não! Respirei fundo e cheguei à conclusão que não vale a pena. Que toda a gente é adulta e sabe muito bem o que faz, como faz e porque faz. Os adultos sabem perceber a diferença entre o bem e o mal. Quando dizem que não sabem, estão a querer chamar a atenção para alguma coisa que não é a realidade. Eu não gosto de gente que se disfarça por trás de uma suposta maneira e ser só para nos foder a vida. Adormeci com o pensar egoísta de que o melhor mesmo é aceitar que o mundo não é como eu o imagino. Dormi. Acordei cinco horas depois com a sensação de dever cumprido.

sexta-feira, Outubro 24, 2014

... As melhores no desfile dos Manéis!

.. Que se pode dizer de Nayma que quando entra 'abafa' tudo e todos?
... A Rita está muito mais cuidada com a imagem. Nota-se!
Está impecável aqui, à excepção da clutch... que me pareceu demasiado grande!
... Impecável. Vicky tem o dom de ir amadurecendo e reinventando a sua elegância.
Adoro o tamanho da saia e a transparência da camisa.
... Nem toda a gente aguenta na idade da Helena Isabel um batom encarnado. Bravo!
Que boa opção, o preto básico e o batom da cor da carteira.
... O que gosto na Luísa é que ela está sempre bem, dado a entender que é simples.
E o mais complicado que há na moda é uma pessoa parecer simples estando simples e irrepreensível. Ela consegue!
 Adoro o detalhe de não usar cinto. Não sou super fã das sandálias.

... Desejos!


... Ontem à noite falava com alguém e dizia que um dos meus grandes prazeres é a solidão voluntária. Aquela onde escolhemos o minuto de silêncio só para nós. Da outra não gosto. Da que nos esgarra por dentro com a vontade de abrir uma janela e gritar,  que nos esmaga o coração contra uma parede e nos esfrega a felicidade alheia na cara... dessa não gosto. Mas aguento-a... Na solidão voluntária, no prazer de estar em casa e gozar o momento gosto de cometer excessos. Não resisti por isso a ficar quieto e calado só comigo e com um chocolate. Dizem que o chocolate liberta qualquer coisa que além de nos dar prazer nos sossega a alma, nos aquece o coração, mesmo que esmagado contra uma parede.  Foi o que fiz na esperança de uma coisa e outra. Desci a rua, comprei um chocolate e durante vinte minutos de computador ligado a navegar por coisa nenhuma, deliciei-me com ele. Saboreei. Não pensei um só minuto no que estava a fazer. O corpo liberta de facto qualquer coisa que me faz sentir bem durante aquele tempo, mesmo que os remorsos apareçam depois. Soube-me bem.. tive desejo de chocolate. Matei o desejo!